Sites Grátis no Comunidades.net
  LOJA OKÊ CABOCLO 
Terapias - Feng Shui

 

 História

As regras do feng Shui foram estabelecidas muito séculos antes de Confúcio (550 AC.)
Na dinastia Han (202 AC.) Confúcio e os seus discípulos, substituíram os conceitos supersticiosos ao método do Feng Shui por uma teoria esclarecida sobre o assunto, porém a postura académica dos confucionistas não agradou ao povo que preferiu dar ouvidos ao Taoísmo, que possuía uma literatura rica em fenómenos naturais.
Com a ascensão da dinastia Sung (960) os conhecimentos do Feng Shui foram sistematicamente reunidos, até a segunda metade do séc XIX os seus adeptos dividiam-se entre duas escolas, a Fo-Kien que enfatiza o Li (ordem da natureza) , o So (ordem numérica) e a Kwang-si, mais voltada ao Ying (perfis da natureza).
As duas escolas baseadas na filosofia Chuhi, produziram volumosa literatura, que representaram uma expansão de suas ideias, mas não desvendou os mistérios do Feng Shui, já que os conhecimentos originais são preservados através da tradição oral. Quando o Ocidente ávido de informações , foi buscar no Oriente as experiências geradas pela observação e sensibilidade daqueles povos, a técnica do Feng Shui chamou a atenção.
Feng Shui traduzido para o português significa vento e água, é assim chamado pois é como o vento que não se pode compreender e como a água que não se pode agarrar

O Feng Shui relaciona-se intimamente com a busca de lugares ideais para a instalação do ser humano, que segundo os chineses pode alterar a sua sorte.
Segundo os chineses há duas correntes magnéticas sobre a crosta terrestre , uma masculina, positiva, favorável, e outra feminina, negativa desfavorável. A primeira é chamada de dragão azul e a segunda tigre branco.

 

Introdução

O Feng Shui (significa vento e água), é uma arte milenar, existente a mais de 4 mil anos, utilizada pelos orientais, principalmente pelos chineses. Tem como objectivo a criação de ambientes, que proporcionem apoio e sustento às necessidades e desejos dos moradores, buscando a harmonia e bem estar geral.
Para os chineses a energia ch’i oriunda da "respiração cósmica" é a energia primordial e constitui uma poderosa força vital que influencia nossas vidas para melhor ou para pior.
O poder energético (ch’i), existe no nosso ambiente, e dentro de nós, ele permeia e envolve todas as coisas vivas. Ch’i é a energia cósmica positiva e à medida que esta energia evolui a energia ch’i do ser humano desenvolve-se da mesma forma, promovendo saúde, bem estar, felicidade e boa fortuna.
A força da nossa saúde, do nosso nível de motivação, da nossa habilidade em nos expressar, em ser criativos, em abrir os nossos corações, em estimular o nosso intelecto, em gerar dinheiro, em atrair boas relações, é influenciada pelo inexplicável poder do
ch’i.
O Feng Shui é uma prática baseada no I Ching , no Tao para harmonia, no princípio Yin , Yang, e chegou ao ocidente acrescido de outros estudos como a cromoterapia, a numerologia, o estudo da forma , das forças dos cristais, da aromaterapia , etc.
O objectivo da prática do Feng Shui é canalizar , equilibrar e aumentar a energia Ch’i afastando ou desviando a energia nociva (Sha), atraindo assim boa sorte.
 O Feng Shui permite através dos ajustes e soluções, utilizando objectos simbólicos, plantas, espelhos, cristais, fontes, cores, etc, buscar a ordem e equilíbrio, restaurando o fluxo natural da energia ch’i nos nossos ambientes e na nossa vida.
O Feng Shui é mais uma ferramenta do universo fornecida para nós, e através da correcta utilização da energia Ch’i podemos transformar os nossos lares e locais de trabalho em ambientes favoráveis para que possamos atingir a prosperidade, felicidade, harmonia e saúde

Princípios básicos

Para buscarmos o equilíbrio e harmonia do ambiente e consequentemente o nosso próprio equilíbrio e harmonia ,existem alguns princípios básicos do Feng Shui que devem ser obedecidos.

  • Toda a mudança externa que e executamos no ambiente proporciona uma mudança interna em nós mesmos, portanto precisamos ter consciência dos nossos desejos, procurando o melhor para nós e para os outros.

  • Antes de ocuparmos um imóvel é importante sabermos o seu histórico, isto é saber quais as condições dos ocupantes anteriores. Investigar se os antigos moradores que desocuparam o imóvel foram para uma condição melhor (casa mais ampla, promoção no emprego, ampliação, etc.) ou pior (perda de emprego, doença, fracasso, etc.). Isso devido ao fato da energia dos antigos ocupantes permanecerem no ambiente, o Feng Shui ajuda a transmutar a energia deixada no local.

  • É necessário reduzir o entulho, temos a tendência de guardar recordações juntamente com as lembranças. O acumulado de entulho distorce o fluxo da energia ch’i. Locais com amontoados de, papeis, livros velhos, tendem a estagnar o ch’i.
    Alguns objectos, mesmo que não considerados refugos também podem afectar o ch’i pessoal.

    nota: Desocupe todos os cantos da casa. Poderá colocar nestes uma planta... cristais, etc. Para ter uma maior harmonia.

  

Balanço da vida

Evolução do Lotus

Yin Yang

 
Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net