Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
  LOJA OKÊ CABOCLO 
O Xamã Andino

Homem Andino, Filho do Sol



Os Xamãs Andinos são os moradores dos Andes, compreendendo as regiões da Chile, Bolívia, Peru e o Equador, e  a sua tradição remota a uma era anterior ao Império dos Incas. Usando Plantas de Poder específicas a sua região, como o "wachuma (São Pedro) folhas de Coca, e outras plantas". Os  Xamãs Andinos que não foram mortos durante a invasão espanhola, foram os que se encontravam em pontos de difícil acesso, e para garantir a vida subiram mais para cima dos Andes, longe de qualquer contacto com os vindos do MAR.   Passaram - se 500 anos, e as novas gerações começam a subir as montanhas, da mesma forma que entram nas florestas, em busca de conhecimento, novas doenças assolam a humanidade, e os jovens cientista querem a todo custo achar a cura delas, e não se importam em tornarem-se aprendizes de Xamã como parte da pesquisa de campo. Alguma coisa começa a ser revelada... e os ouvidos atentos estão sintonizados com as vozes que os ventos dos Andes sopram, interessados em saber mais, sobre as nossas origens, quem estava nas montanhas Andinas antes de chegar Pizarro.



O homem Andino, o filho do Sol, permaneceu até hoje unido por um espírito comum e reverenciando a Terra como sua mãe.  A cultura solar (dos filhos do Sol) mostra- nos " que o homem Andino representa a mais alta dignidade, que o seu pensar é o sentimento do homem e a sua vida é o caminho equilibrado em entender a natureza e o grupo social como uma grande comunidade de homens livres. Ser Andino é respeitar todos os seres vivos da Terra.
" Nós, os índios, em especial dos Andes e de maneira geral da América somos uma alternativa de vida, por causa de nosso respeito ao equilíbrio dinâmico e frente ao eminente perigo que nos espreita, o perigo que a humanidade todavia não conheceu ( texto do movimento índio Tupak Katari)”.
Quem caminha pela Terra Sagrada dos Andes cruzará no seu caminho com o carismático e já citado Xamã, que peregrina pelas trilhas Incas divulgando os preciosos fundamentos da sua cultura.
O Xamã é uma pessoa a quem “ se atribui poderes para curar (los enfermos)e comunicar com os demais” A sua actividade traduz-se sobre o misticismo, em termos gerais, A sua tarefa consiste em tratar da saúde, limpar, purificar, reparar, melhorar as relações do indivíduo com o seu grupo e dar sentido ao que ocorre.
O que diferencia especificamente o Xamã de Sacerdotes, Magos ou Curandeiros é que utiliza para si a actividade de estados modificados de consciência - ás vezes identificados como transe ou viagem – em que podia entrar á vontade (segundo o Xamã), normalmente entrava em esses estados indutivos  já que na preparação da cerimónia o Xamã inspirava o fumo de certas ervas, ou ingerindo certas bebidas.



Wachuma



Significa estar em transe, também significa, coar, iluminar, e muitos outros significados locais. Cresce nos Ande desde a beira do mar até os 2500m de altitude, sendo um Cactos da família do Peiote e o princípio activo é a mescalina, sendo o nome cientifico,
Trichocerus Pachanoi.

 
Criar um Site Grátis    |    Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net